30 de set de 2009

A minha Flipa




Mesmo com meia dúzia de intelectuais preguiçosos chiando, aconteceu e foi massa a primeira edição da FLIPA - Festival Literário da Praia de Pipa. A doçura de Marina Colasanti mexeu com adultos e crianças ao serem convidados para um passeio leve por castelos, galáxias, selvas, sonhos e oceanos, daqueles que só os livros podem nos levar. Boquiabertos puderam entender muito mais sobre a vida-obra de Danuza Leão; viajaram também até a Amazônia de Euclides da Cunha com Daniel Piza e ao sertão contemporâneo de Ronaldo Correia de Brito; tomaram um drink no inferno com Lobão e puderam inclusive olhar um pouco para si próprios com a praieira de Hélio Galvão e a periferia que dá certo de Heloísa Buarque de Holanda.

Muita gente devia dar a cara a tapa e tomar a iniciativa de fazer o que quer que seja! É fácil desfrutar da liberdade virtual e muitas vezes do anonimato para atirar pedra na Geni! Torço para que tudo dê certo e que no ano que vem, tudo cresça e aconteça sem as urucubacas de um certo povinho daqui!

Seguem pequenas dos três dias de evento:

- Na noite de pipa, paga-se ingresso pela cara. Caso você tenha pinta de visitante, o valor é cobrado sem pena!
- A demagogia política não poupa nem os gestores da cultura potiguar. Tem muito charlatão bravateando lorotas por ai. Na Flipa se viu muito!
- Muito bom ver o retorno de Cleudo Freire aos palcos. Uma das atrações da Flipa, o bambelouco contagiou com seu Zambê Grossover pipenses e visitantes. Só esperei ouvir coisas novas. O show parecia uma xerox dos shows do Domingo na Praça, de dez anos atrás.

- Laurita Arruda fez momento Brigitte Bardot em Pipa. Circulou esvoaçante pelo evento e participou de todas as mesas debatedoras, cercou políticos, fez perguntas e atualizou o seu blog com a brisa da Toca da Coruja. Era a mulher mais linda de Pipa!

- Se estiver em Pipa ou na Afonso Pena, não deixe de saborear o sorvete de cereja da sorveteria artesanal Real 14. Tudo!

- Lá no finzinho da Praia do Amor você vai encontrar a Barraca Natural, dos alagoanos Cláudio e Daniel. Basta dizer que a salada de frutas do lugar é preparada a partir do pedido do cliente, conservando todos os nutrientes das frutas, além de ser uma delícia. O bate-papo, privacidade e a massa ficam como cortesia da casa.

- A onda de Festival de Gastronomia chega a famosa vila. Ainda no mês de outubro acontece o Festival Gastronômico de Pipa. Em dezembro é a vez de Baía Formosa.

- As partners de Danuza Leão em Pipa me contaram: A poderosa formadora de opinião, no alto de seus 72 anos (revelados em seu livro), se mostrou uma mulher solitária e frágil. “Ela fala pegando nas pessoas e disse que adoraria me levar embora pra casa dela!”, disse a moça.

- Já Lobão, vomitou críticas ao PT durante a sua palestra. As primeiras frases batiam na cara de uma Fátima Bezerra e um Ruy Pereira constrangidos e imóveis. Enquanto o restante da tenda aplaudia e caia nas gargalhadas com as tiradas do cantor.

- Aliás, Lobão é noveleiro assumidamente fanático. Chegou a se auto-intitular a memória viva das novelas da Globo. Talvez seja por isso, que embora tenha marcado uma canja informal na Book Shop de Pipa, tenha sumido logo após o término de seu encontro com o público. Foi ver a última parte da trama de Manuel Carlos...

- Os meninos da revista eletrônica Catorze arrasaram na cobertura. Ponto para a Fato Novo Comunicação, que apostou no potencial da gurizada e para os meninos que não se resignaram e mostraram competencia profissional e ética na cobertura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Abra a boca!