3 de out de 2009

Estrela da nova campanha da UnP


To produzindo mais uma campanha da UNP e nesta terça e quarta, estaremos realizando um teste de vídeo para selecionar novo elenco. Me liguem para saber mais detalhes!

Mãos de fada












Fotos: Mariana Weicker, Carolina Dickmanm Carlos Casagrande, Fernanda Tavares e Isabelli Fontana



Olha que lindo trabalho um potiguar está desenvolvendo na capital paulista. A mostra protesto reinvindica um Museu de arte sustentável para o Brasil. Diversos artistas emprestaram seu corpo para Thiago Cóstackz. O artista comanda toda a articulação do protesto e pintou o corpo de todos os artistas. Veja querm...

30 de set de 2009

Natal, a Cidade da Neve!


Tem político querendo fazer até nevar para aparecer. Emprestei meu gorro de papai noel para a Sargento Regina, vereadora pelo PDT, tirar umas fotinhas para ilustrar as páginas da Revista Veja. A mirabolante idéia da Sagentona é decorar natalinamente a capital potiguar durante o ano inteiro e fazer cair neve artificial na Cidade do Sol para atrair turista. Tu acha? Como papai noel que sou, condeno essa história toda. Vai procurar algo pra fazer querida! Ta fazendo papel de palhaça!

Quem tem medo do Lobão Mau?


Lembra daquela velha história da menina de capuz vermelho, que escolhe o caminho mais curto e escuro da floresta, para entregar os doces da vovozinha e acaba sendo devorada pelo lobo mau?
Foi mais ou menos isso que o cantor opinioso Lobão fez com a platéia da FLIPA. Embora tenha criticado veementemente a antropofagia da Semana de Arte Moderna Brasileira, devorou e vomitou o público presente sem pena. Cheguei atrasado no debate de Lobão, mas a tempo de também ser sugado pelas suas contraditórias idéias. A praia da Pipa deixa tudo mais lento e relaxado (trilha de Bob Marley), quando cheguei na tenda de escritores Lobão já mandava das suas. Não faltou ninguém, esculhambou Deus, o mundo e o buraco da cachorra. Todo mundo já deve ter ouvido, discutido, criticado e analisado ao pé da letra cada uma de suas colocações.
A vantagem de um tête-a-tête com Lobão é exatamente esta: ele põe qualquer um para pensar. Entre as baboseiras que ele falou sobre o folclore, política, bossa nova, literatura e novela das oito, muita coisa é pensada pelo inconsciente coletivo e morre na ponta da língua, pois ninguém tem coragem nem a ousadia de levantar da cadeira e falar. Lobão fala. O resto deve ser jogado no lixo. Afinal de contas, em se tratando de Lobão, temos que dá o desconto!
O cantor é um inquieto, que analisa as notícias em todas as suas vertentes e sempre está disposto a esperar o pior, sobre o que for! Todo mundo tem medo de críticas, Lobão não!
Mas até Lobão deve ter um outro lado da moeda. Um deles começa pelo seu amor declarado as novelas da Globo. E aqui com meus botões, fico imaginando como seria a hora que o caçador chega e encontra o Lobão feroz, deitado com o pijama do Pateta, chupando o dedo, abraçado com um bichinho inofensivo de pelúcia. Deixem Lobão falar! Será que ele tem razão?

A minha Flipa




Mesmo com meia dúzia de intelectuais preguiçosos chiando, aconteceu e foi massa a primeira edição da FLIPA - Festival Literário da Praia de Pipa. A doçura de Marina Colasanti mexeu com adultos e crianças ao serem convidados para um passeio leve por castelos, galáxias, selvas, sonhos e oceanos, daqueles que só os livros podem nos levar. Boquiabertos puderam entender muito mais sobre a vida-obra de Danuza Leão; viajaram também até a Amazônia de Euclides da Cunha com Daniel Piza e ao sertão contemporâneo de Ronaldo Correia de Brito; tomaram um drink no inferno com Lobão e puderam inclusive olhar um pouco para si próprios com a praieira de Hélio Galvão e a periferia que dá certo de Heloísa Buarque de Holanda.

Muita gente devia dar a cara a tapa e tomar a iniciativa de fazer o que quer que seja! É fácil desfrutar da liberdade virtual e muitas vezes do anonimato para atirar pedra na Geni! Torço para que tudo dê certo e que no ano que vem, tudo cresça e aconteça sem as urucubacas de um certo povinho daqui!

Seguem pequenas dos três dias de evento:

- Na noite de pipa, paga-se ingresso pela cara. Caso você tenha pinta de visitante, o valor é cobrado sem pena!
- A demagogia política não poupa nem os gestores da cultura potiguar. Tem muito charlatão bravateando lorotas por ai. Na Flipa se viu muito!
- Muito bom ver o retorno de Cleudo Freire aos palcos. Uma das atrações da Flipa, o bambelouco contagiou com seu Zambê Grossover pipenses e visitantes. Só esperei ouvir coisas novas. O show parecia uma xerox dos shows do Domingo na Praça, de dez anos atrás.

- Laurita Arruda fez momento Brigitte Bardot em Pipa. Circulou esvoaçante pelo evento e participou de todas as mesas debatedoras, cercou políticos, fez perguntas e atualizou o seu blog com a brisa da Toca da Coruja. Era a mulher mais linda de Pipa!

- Se estiver em Pipa ou na Afonso Pena, não deixe de saborear o sorvete de cereja da sorveteria artesanal Real 14. Tudo!

- Lá no finzinho da Praia do Amor você vai encontrar a Barraca Natural, dos alagoanos Cláudio e Daniel. Basta dizer que a salada de frutas do lugar é preparada a partir do pedido do cliente, conservando todos os nutrientes das frutas, além de ser uma delícia. O bate-papo, privacidade e a massa ficam como cortesia da casa.

- A onda de Festival de Gastronomia chega a famosa vila. Ainda no mês de outubro acontece o Festival Gastronômico de Pipa. Em dezembro é a vez de Baía Formosa.

- As partners de Danuza Leão em Pipa me contaram: A poderosa formadora de opinião, no alto de seus 72 anos (revelados em seu livro), se mostrou uma mulher solitária e frágil. “Ela fala pegando nas pessoas e disse que adoraria me levar embora pra casa dela!”, disse a moça.

- Já Lobão, vomitou críticas ao PT durante a sua palestra. As primeiras frases batiam na cara de uma Fátima Bezerra e um Ruy Pereira constrangidos e imóveis. Enquanto o restante da tenda aplaudia e caia nas gargalhadas com as tiradas do cantor.

- Aliás, Lobão é noveleiro assumidamente fanático. Chegou a se auto-intitular a memória viva das novelas da Globo. Talvez seja por isso, que embora tenha marcado uma canja informal na Book Shop de Pipa, tenha sumido logo após o término de seu encontro com o público. Foi ver a última parte da trama de Manuel Carlos...

- Os meninos da revista eletrônica Catorze arrasaram na cobertura. Ponto para a Fato Novo Comunicação, que apostou no potencial da gurizada e para os meninos que não se resignaram e mostraram competencia profissional e ética na cobertura.

Brinquedinhos de Luxo e Ouro!



Tem gente que precisa se auto-afirmar até na hora H. Talvez por isso a grife sueca Lelo, famosa pela qualidade de seus produtos, mostrou que o mercado de luxo também tem espaço para os brinquedos sexuais.
Entre as novidades da Lelo, está a linha de luxo, onde foi incorporada a mais nova criação, o Inez, um vibrador banhado a ouro 18 quilates, que custa 7,5 mil - isso mesmo, 7,5 mil - Euros, cerca de R$ 20mil !!! Além do ouro, o Inez tem um motor vibratório praticamente silencioso e tem cinco modos de vibração pré-programados. Como todos os vibradores da Lelo, este também tem bateria recarregável embutida, com quatro horas de autonomia e 90 horas em repouso. Além de um ano de garantia. Para quem achou muito caro, tem uma versão em prata mais barata, que custa só 5,9 mil Euros (cerca de R$ 16 mil). Ambas vêm numa caixa de madeira, carregador de bateria e uma bolsa de veludo.
Na linha de luxo também pode-se encontrar: Earl, um plug anal que custa 690 Euros (R$ 1,9 mil), de ouro, ou 390 Euros (R$ 1 mil), na versão de prata, que vem com um par de abotoaduras; Olga, um dildo de ouro ou aço inoxidável, por 590 Euros (R$ 1,6 mil) e 290 Euros (R$ 800); respectivamente; e Yva, um massageador de clitóris, que é vendido por 1,2 mil (R$ 3,2 mil), de ouro, ou 1 mil Euros (R$ 2,6 mil), a versão de aço.
Mas nem tudo é carissimo na Lelo. Outras peças, feitas de plástico, saem bem mais em conta. Por cerca de R$ 250 dá pra comprar um bom vibrador ou um plug anal bem discreto...